Menu

POR | ENG | FRA

TERMOS E ABRIVIAÇÕES

BR2EX ou BR2EX coins: A criptomoeda nativa da CLO blockchain, utilizada como elemento principal do projeto POD. Tem o propósito de ser a criptomoeda utilizada como principal meio de troca das plataformas das Exchanges DLT parceiras, substituindo a moeda fiduciária. Para fins legais, o BR2EX é classificado como um ativo financeiro virtual (VFA).

BRX LTD: Empresa emissora da BR2EX, empresa registrada sob as leis de Malta, com Número de Registro C90232, com endereço em 152, Office Number 9, Triq in Naxxar, San Gwamm, SGN 9030, Malta.

CLO Blockchain: Nova DLT criada pela BRX LTD para ser o blockchain da criptomoeda BR2EX.

DLT exchanges ou exchanges DLT: significa qualquer plataforma digital que opera transações com ativos DLT, de acordo com regras próprias da plataforma.

DLT exchanges parceiras: uma exchange de DLT em que os ativos DLT são negociados na plataforma de acordo com as regras da plataforma e do POD e onde o BR2EX é usado como o principal meio de troca da plataforma.

FortKnox: Sidechain de transações em DLT exchanges que faz abstração das blockchains e permite mais rápida transferência entre endereços. Ela é a tecnologia por trás do aperfeiçoamento das transações.

ICO: Initial Coin Offering ou oferta inicial de moeda.

IVFAO: Initial Virtual Financial Asset Offering ou oferta inicial de ativos financeiros digitais.

PoA (Proof-Of-Authority): Método de consenso utilizado pela CLO Blockchain.

POD (Programa Ouro Digital): Um projeto que utiliza blockchain para construir um sistema de pagamentos alternativo, baseado na moeda BR2EX, para Exchanges DLT.

Stablecoin: criptomoeda que possui valor de referência em um ativo real.

Usuário da BR2EX/Clientes: Os clientes da DLT exchange parceira.

VFA ou Virtual Financial Asset: Ativo Financeiro Digital. De acordo com o Capítulo 590 das Leis de Malta, conhecido como “Virtual Financial Asset Act” ou VFAA, os ativos financeiros digitais são qualquer forma de registro digital que seja usada como meio digital de troca, unidade de conta ou reserva de valor e que não seja (a) dinheiro eletrônico; (b) instrumento financeiro; ou (c) token virtual.

Virtual Token: Token virtual. De acordo com o Capítulo 590 das Leis de Malta, o token virtual é uma forma de registro digital cuja função se restringe exclusivamente a aquisição de bens e serviços da plataforma DLT do emissor ou em um número bastante restrito de plataformas, desde que tais plataformas não seja DLT exchanges.

White Paper: A integridade deste documento.

X
Close